Sábado, 19 de Agosto de 2017 Pesquisa no site
 
A OBORÉ
  Abertura
  Histórico
  Missão
  Frentes de Trabalho
  Parceiros
  Prêmios
  Fale Conosco
  Galeria de Fotos
Núcleo de Rádio
Núcleo de Cursos
Núcleo de Gestão da Informação
Notícias
Atividades Especiais
  ´´Água´´ foi tema de encontro para estudantes de jornalimo
Guilherme Jeronymo
  25/08/2004

Na tarde do último sábado, 21/8, a segunda Aula Magna do projeto "450 Pautas - Descobrir São Paulo, Descobrir-se Repórter" foi num português com sotaque italiano bem puxado. Contando com a presença da professora e pesquisadora Teresa Isenburg, os alunos das diversas faculdades de jornalismo que estiveram presentes ouviram uma palestra de aproximadamente uma hora e meia, seguida de uma rodada de perguntas e respostas por mais de uma hora.
 
Teresa, professora titular de Geografia Econômica e Política da Universidade de Milão e membro do Comitê Científico Italiano pelo Contrato Mundial da Água, fez uma apresentação com o tema geral da água, cobrindo desde os pontos debatidos e acordados nas negociações em Kioto e Joanesburgo, criticando de forma clara o que considera uma política de mercantilização da água e levantando questões preocupantes, como o fato de que 10% das reservas de água doce no mundo já são propriedade privada de um grupo pequeno de empresas americanas e européias.
 
Ela observou ainda que as referências feitas ao tema água na mídia tendem a corroborar essa visão, senão direta e abertamente ao menos através das palavras utilizadas, que dão a água uma conotação de bem de consumo. Discordando abertamente disso, defende a idéia de que a água é um direito universal, e como tal deve ter seu acesso garantido em todo o planeta, e defendido na legislação de cada país.
 
"A água é um direito universal, deve ter seu acesso garantido em todo o planeta", disse Teresa,
ao lado de Fred Navarro (esq.) e Paulo Sophia
 
Questionada, deu ainda uma visão geral de seu trabalho relativo ao crime organizado internacional. Após uma pesquisa cujo principal campo foi a Europa, teve amplo acesso a dados que lhe abriram um amplo campo de análise e compreensão das realidades menos à vista em nosso mundo. Tráfico de órgãos e de escravos, venda de armas e de drogas foram alguns dos temas em que sua pesquisa se aprofundou.
 
Além do sotaque italiano a palestra contou com a presença e apoio do Instituto de Arquitetos do Brasil, na figura de seu presidente Paulo Sophia. O arquiteto foi responsável por uma ponte importante no tema, ligando muitos dos pontos levantados pela professora à realidade da cidade de São Paulo, e buscando dar aos futuros repórteres um panorama que respondesse às dúvidas dos mesmos sobre o caráter regional do tema.
 
 
À partir da esq., os jornalistas Sergio Gomes e Fred Navarro, coordenadores do curso,
Teresa Isenburg e Paulo Sophia, presidente do IAB
 
Ao final da palestra tanto Teresa quanto Paulo conversaram com os estudantes, aprofundando temas que não cabiam ao clima de "coletiva" da palestra ou mesmo respondendo a questões para as quais não houve tempo de se tratar durante a mesma. Dessa "conversa de bastidores" ficou o
compromisso do IAB em abrir suas portas e dar o apoio logístico necessário para o desenvolvimento de quaisquer pautas que envolvam temas do domínio do instituto.
 
Para o próximo sábado, dia 28/08, já estão confirmadas as presenças do maestro Martinho Lutero, falando sobre o Fórum Coral Mundial, e do historiador José Luis Del Roio, abordando o Fórum Social Mundial.
 
Guilherme Jeronymo é aluno do quarto semestre do curso de  Jornalismo na ECA/USP
 
 
 
   
  » Indique essa página a um amigo
 
 
 
Avenida Paulista, 2300 | Andar Pilotis | Edifício São Luis Gonzaga | 01310-300
São Paulo | SP | Brasil | 55 11 2847.4567 |
obore@obore.com

Desenvolvimento

KBR Tec - Soluções Online