Sábado, 19 de Agosto de 2017 Pesquisa no site
 
A OBORÉ
  Abertura
  Histórico
  Missão
  Frentes de Trabalho
  Parceiros
  Prêmios
  Fale Conosco
  Galeria de Fotos
Núcleo de Rádio
Núcleo de Cursos
Núcleo de Gestão da Informação
Notícias
Atividades Especiais
  Encontro para o curso Oboré/Radiobrás reuniu interessados de 24 faculdades
Giovanna Modé
  30/06/2003

Na manhã do último sábado, dia 28, houve o encontro dos estudantes e recém-formados em Jornalismo e Rádio e TV interessados no próximo módulo do Projeto Repórter do Futuro, o curso De Frente para o Novo Brasil, que será realizado na segunda quinzena de julho pela OBORÉ em parceria com a Radiobrás. Compareceram 53 candidatos de 24 faculdades. E a distância não foi empecilho: vieram participantes do interior paulista e também de Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal - no total, nove diferentes cidades.
 
Sérgio Gomes, diretor da OBORÉ, abriu a reunião explicando o Projeto Repórter do Futuro, criado em 1994 para proporcionar cursos de complementação universitária "para quem quer ser jornalista de verdade". "Na época, notamos que o estudante se formava muitas vezes sem nunca ter feito uma boa entrevista ou sequer publicado uma matéria. Havia também a proibição de estágios e a mídia alternativa - jornais como Movimento, Opinião, e a revista Versus, que funcionavam como verdadeiras escolas onde se fazia um jornal do começo ao fim - estava acabando". Em síntese, os cursos surgiram num cenário em que o espaço para a prática reflexiva e para o debate ficava cada vez mais escasso. Desde então, a OBORÉ tem oferecido, com diferentes parceiros, um curso por semestre.
 
Em seguida, Giancarlo Summa, chefe da sucursal de São Paulo da Radiobrás, discorreu sobre as atividades, os desafios e o papel da empresa no País. Falou, sobretudo, do processo de reestruturação pelo qual ela vem passando com o governo Lula. "Sempre teve fama de uma empresa chapa-branca. Mas, agora, nossa prioridade é fazer jornalismo público de qualidade, com foco na cidadania".  
 
Também da Radiobrás, esteve presente o diretor de Planejamento e Gestão, Henri Kobata, ressaltando, essencialmente, a importância de se fazer "jornalismo com emoção". "Muita gente pensa que fazer bom jornalismo é saber escrever bem, mas é muito mais que isso", reforçou.  
 
Uma boa notícia aos participantes foi dada por Reinaldo Reis, da equipe de comunicação do Movimento dos Sem Terra: no decorrer do curso, os participantes estão convidados a passar um fim de semana num dos assentamentos ou acampamentos do MST e publicar uma matéria na revista interna do grupo ou em seu programa de rádio.
 
Depois de tirar dúvidas a respeito do curso e dos propósitos da Radiobrás, os interessados preencheram um formulário de avaliação e seleção. Dentre os 53 que estavam presentes, apenas 20 serão selecionados para fazer o curso, gratuito e realizado na sede da OBORÉ.  Importante ressaltar que quem se inscreveu no site e não compareceu ao encontro não está concorrendo às vagas. O resultado e mais detalhes sobre a programação do curso serão divulgados em nosso site no próximo dia 7. Aguardem.
 
 
 
   
  » Indique essa página a um amigo
 
 
 
Avenida Paulista, 2300 | Andar Pilotis | Edifício São Luis Gonzaga | 01310-300
São Paulo | SP | Brasil | 55 11 2847.4567 |
obore@obore.com

Desenvolvimento

KBR Tec - Soluções Online