Quinta-feira, 26 de Abril de 2018 Pesquisa no site
 
A OBORÉ
  Abertura
  Histórico
  Missão
  Frentes de Trabalho
  Parceiros
  Prêmios
  Fale Conosco
  Galeria de Fotos
Núcleo de Rádio
Núcleo de Cursos
Núcleo de Gestão da Informação
Notícias
Atividades Especiais
  Para ex-secretário, é essencial buscar novas formas de subsidiar o transporte público
Ruam Oliveira | OBORÉ
  25/04/2018


Frederico Bussinger discutiu Mobilidade Urbana durante o segundo encontro do curso Descobrir São Paulo, Descobrir-se Repórter. Foto: Ruam Oliveira / OBORÉ


Na manhã de sábado, 14/4, os vinte estudantes que integram a 11ª turma do Descobrir São Paulo, Descobrir-se Repórter - módulo do Projeto repórter do Futuro que discute a cobertura jornalística dos principais temas que envolvem a vida da cidade - entrevistaram Frederico Bussinger, engenheiro, economista, especialista em transporte e logística e com grande experiência na gestão pública: foi presidente da SPTrans (São Paulo Transportes), da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), além de secretário executivo do ministério dos transportes e secretário municipal dos transportes.
 
É necessário encontrar formas de subsídio externo para o transporte público, explicou Bussinger, pois a tendência é que ocorra um aumento exponencial nos custos com mobilidade nos próximos anos.
 
O ex secretário mostrou que de 2013 a 2016 os gastos da prefeitura de SP para subsidiar o transporte público praticamente dobraram. E em 2018, podem chegar a R$ 3 bilhões. Isso porque o valor proveniente das tarifas cobre apenas parte dos custos de manutenção e funcionamento do sistema. “Transporte de qualidade é caro, muito caro”, disse. “É preciso encontrar outros meios [de custeio], caso contrário o sistema vai falir”, completou.
 
O engenheiro foi secretário municipal dos transportes da cidade durante a gestão de José Serra (2005/2006) e também foi consultor da mesma secretaria durante a gestão de Marta Suplicy entre 2001 e 2003. Teve papel importante da implantação da Tarifa Única, do Bilhete Único e também na implantação do sistema de integração entre ônibus, trem e metrô.
Durante a coletiva, Bussinger ainda criticou o excesso de “planos” que os municípios elaboram. “Nós planejamos a partir das ideias e não a partir dos problemas. Os planos ficam restritos ao “que” e falam pouco sobre o “como””, disse.
 
Revisitando Lourenço Diaféria
 
Ao longo do módulo, algumas obras do jornalista, escritor e cronista Lourenço Diaféria serão relembradas por se relacionarem tematicamente com as palestras e entrevistas coletivas previstas na edição, como Saúde, Segurança, Violência, Transportes. 
 
No encontro deste sábado, a crônica escolhida foi “Talco e Loção” como parte do exercício de percepção de pautas no cotidiano dos repórteres. 
 
O Descobrir São Paulo, Descobrir-se Repórter é parte integrante do Projeto Repórter do Futuro e é realizado pela OBORÉ em parceria com a Escola do Parlamento da Câmara Municipal de São Paulo e conta com o apoio da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji).
 
O tema do próximo encontro (28/4) será Saúde e o convidado é David Braga Jr., médico e gestor, com passagens na área pública e privada. Atuou como consultor em entidades de referência na área como OPAS (Organização Panamericana de Saúde), Ministério da Saúde e Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz).

Leia também

Aula inaugural do 11º curso Descobrir São Paulo, Descobrir-se Repórter relembra cronista Lourenço Diaféria 

Siga a OBORÉ nas redes sociais: 
Facebook: OBORÉ Projetos Especiais 
Twitter: @reporterfuturo
Instagram: @_obore 
 
 
 
   
  » Indique essa página a um amigo
 
 
 
Avenida Paulista, 2300 | Andar Pilotis | Edifício São Luis Gonzaga | 01310-300
São Paulo | SP | Brasil | 55 11 2847.4567 |
obore@obore.com

Desenvolvimento

KBR Tec - Soluções Online