Sexta-feira, 24 de Março de 2017 Pesquisa no site
 
A OBORÉ
  Abertura
  Histórico
  Missão
  Frentes de Trabalho
  Parceiros
  Prêmios
  Fale Conosco
  Galeria de Fotos
Núcleo de Rádio
Núcleo de Cursos
Núcleo de Gestão da Informação
Notícias
Atividades Especiais
  Desligamento do sinal analógico de tv é tema de encontro com radialistas comunitários
Ruam Oliveira, OBORÉ Projetos Especiais
  15/03/2017

Para finalizar a segunda etapa de formação e sensibilização a respeito do desligamento do sinal analógico de TV, radialistas comunitários se juntaram à equipe da OBORÉ e da Seja Digital nesta sexta feira, 10, no Auditório Vladimir Herzog do Sindicato dos Jornalistas, em São Paulo. A primeira oficina sobre o tema aconteceu dia 16 de fevereiro.

Nesta etapa, o jornalista Antônio Biondi, gerente de mobilização da Seja Digital, falou sobre a importância de comunicar corretamente e apresentar os desafios desta mudança, ressaltando que as rádios comunitárias são necessárias porque dialogam de maneira mais próxima às comunidades, utilizando de linguagem acessível para a população.

“É um trabalho de formiguinha, e a ação das rádios comunitárias faz toda diferença neste projeto”, disse. Há aproximadamente duas semanas do desligamento, equipes da Seja Digital realizarão ações de conscientização em bairros mais afastados do centro da capital paulista, de acordo com Biondi, com a intenção de informar e preparar o maior número de pessoas possível antes da data limite, que será dia 29 de março deste ano.

O segundo encontro foi uma complementação daquele ocorrido em fevereiro. Naquela primeira etapa os radialistas puderam entender melhor os motivos da transição e receberam detalhes sobre o processo, além de informações a respeito da distribuição dos kits com conversores e antenas. Nesta sexta, ao lado de Antônio Biondi, o antenista Renato Mendonça fez uma demonstração de instalação do kit conversor de sinal e respondeu perguntas mais técnicas feitas pelos radialistas.

Diferença de Conversores

Uma das ressalvas feitas por Mendonça é que todos os conversores são, em um sentido prático, iguais. O que os diferenciam uns dos outros são seus fabricantes. “Muita gente vai querer ganhar dinheiro em cima dessa mudança”, apontou. Para ele é importante que os radialistas informem a seus ouvintes que, por conta da urgência da mudança, é possível que vendedores e lojas acabem tentando tirar proveito comercializando produtos por um preço mais elevado.

Para esta ação da Seja Digital foram disponibilizados 1,8 milhão de kits com conversores e antenas para serem entregues a quem estiver com seu nome incluso no Cadastro Único. De acordo com Biondi, no momento da entrega do aparelho a pessoa que for retirá-lo recebe instrução de como fazer a instalação. “É importante instala-lo corretamente para evitar que fiquem sem TV”, aponta.

Entrando nos eixos

A grade de canais ainda está sendo atualizada porque as emissoras de TV também precisam fazer alterações para estarem prontas para o novo sistema.

Na ocasião também foram apresentadas as peças radiofônicas preparadas exclusivamente para uso das rádios comunitárias. Para esta segunda atividade foram produzidas duas Cartas Faladas, com um recado de Cecília Zanoti, gerente regional da Seja Digital e Deisy Feitosa, coordenadora de Mobilização Social na Seja Digital, e também a entrevista exclusiva com o presidente da Seja Digital Antônio Carlos Martelletto. 

Faça o download do material radiofônico nos links abaixo:

Pack Jingles OBORÉ e Seja Digital
Entrevistas Exclusivas
Cartas Faladas


Confira as imagens do 2º Encontro de Capacitação: Aqui


Mais:

OBORÉ e Seja Digital realizam encontro de capacitação de radialistas comunitários



 
 
 
 
   
  » Indique essa página a um amigo
 
 
 
Avenida Paulista, 2300 | Andar Pilotis | Edifício São Luis Gonzaga | 01310-300
São Paulo | SP | Brasil | 55 11 2847.4567 |
obore@obore.com

Desenvolvimento

KBR Tec - Soluções Online