Sábado, 19 de Agosto de 2017 Pesquisa no site
 
A OBORÉ
  Abertura
  Histórico
  Missão
  Frentes de Trabalho
  Parceiros
  Prêmios
  Fale Conosco
  Galeria de Fotos
Núcleo de Rádio
Núcleo de Cursos
Núcleo de Gestão da Informação
Notícias
Atividades Especiais
  Equipe de historiadores da Unesp inicia projeto ‘Traços da Resistência’ visando recuperar e preservar acervo iconográfico da OBORÉ
Texto: Ruam Oliveira
  15/03/2017


Equipe de historiadores da Unesp inicia projeto ‘Traços da Resistência’ visando recuperar e preservar acervo iconográfico da OBORÉ 

Com apoio do Itaú Cultural, via edital Rumos, o projeto "Traços da Resistência" prevê a organização e preservação de cerca de 5 mil ilustrações produzidas nas décadas de 1970 e 80 e que integram o acervo da OBORÉ Editorial, sob custódia  do Centro de Documentação e Memória da Unesp desde 2005. Ali estão peças assinadas por artistas como Glauco, Laerte, Henfil, Chico Caruso, Fortuna, Jaime Leão e Jaime Prades.  

Texto: Ruam de Oliveira 
Ilustração: Fortuna (Acervo OBORÉ |  Fundo OBORÉ Editorial |  Cedem-Unesp) 


A equipe de historiadores que ficará encarregada de sistematizar, higienizar e digitalizar cerca de 5 mil ilustrações produzidas por artistas do traço que atuavam na OBORÉ nas décadas de 1970 e 1980 se reuniu na tarde de sexta feira, 3 de março, no CEDEM, na praça da Sé, em São Paulo, para dar início ao projeto ‘Traços da Resistência’. 

“Fizemos questão desta apresentação inicial para que a equipe primeiro conhecesse o acervo que vai ser trabalhado e também saber um pouco sobre a OBORÉ”, disse a historiadora Solange de Souza, uma das responsáveis pelo projeto.

Além de ilustrações da cartunista Laerte, o fundo (como são chamados os arquivos de única procedência) OBORÉ também é composto por um arquivo fotográfico com imagens de atividades sindicais, cartazes, documentação da própria empresa e também uma Hemeroteca contendo jornais e peças de divulgação produzidas por jornalistas responsáveis pelos departamento de imprensa das entidades sindicais. 

Esta fase de intervenção de arquivo – momento em que todos os itens serão identificados, higienizados e digitalizados - durará um ano, indo até março de 2018, quando os documentos ficarão oficialmente disponíveis para consulta e pesquisas tanto físicas quanto digitalmente via banco de dados do CEDEM/Unesp. 

“Hoje a primeira atividade era apresentar a equipe e foi também uma oportunidade para que o Sergio  Gomes falasse um pouco sobre o histórico da OBORÉ, porque isso é fundamental quando começamos a trabalhar com um arquivo”, disse Solange de Souza. 

Desde sua criação, em 1972, a OBORÉ vem trabalhando para desenvolver e fortalecer projetos de comunicação no setor sindical brasileiro. Por meio da produção de jornais, revistas, panfletos e charges, a empresa ajudou a construir uma imprensa sindical que priorizou a inovação editorial e o diálogo entre os trabalhadores.

“Eu sabia que o que fazíamos era importante e desde o momento que começamos tínhamos a intenção de que o trabalho fosse bem feito”, disse o jornalista, diretor e fundador da OBORÉ. Ele apontou que um dos pilares da empresa, no momento de sua criação, foi que ela não tivesse nenhum veículo de comunicação próprio pois seu propósito era fortalecer os veículos existentes nos próprios sindicatos.

Traços da Resistência

O nome dado ao projeto refere-se principalmente ao conjunto de ilustrações do final da década de 1970 e início dos anos 1980. “Quem teve a ideia foi a Solange de Souza, uma ideia muito feliz, porque este material é muito artístico”, explica a professora Sonia Troitiño, coordenadora do CEDEM/Unesp. Ela aponta que o termo “Traços”,  além de representar o desenho dos artistas, também descreve uma marca. “Quando temos um documento de valor histórico, ele é sempre vestígio, não é a própria realidade mas o que sobra da realidade, por isso um Traço, um resquício”, diz. Já o termo “Resistência” remete à própria “filosofia da OBORÉ  que não deixou de ser uma empresa de resistência”.  
 
Saiba mais sobre o CEDEM acessando: www.cedem.unesp.br


 
 
 
   
  » Indique essa página a um amigo
 
 
 
Avenida Paulista, 2300 | Andar Pilotis | Edifício São Luis Gonzaga | 01310-300
São Paulo | SP | Brasil | 55 11 2847.4567 |
obore@obore.com

Desenvolvimento

KBR Tec - Soluções Online