Se você é radialista e está interessado em contribuir com a Educação brasileira, fique ligado: o Ministério da Educação está unindo esforços para reativar e ampliar a Rede de Comunicadores pela Educação.

Veja como foram as oficinas:

Alagoas

Bahia

Ceará

Maranhão

Minas Gerais

Paraíba

Paraná

Pernambuco

Piauí

Rio de Janeiro

Rio Grande do Norte

Rio Grande do Sul

Santa Catarina

São Paulo

Sergipe

Programação Simplificada



Textos especiais:

As novidades da LDB

Em torno de algumas questões educacionais

Eixos transversais


Visite o site oficial da Rede de Comunicadores pela Educação


21/05/2004

voltar

Rede de Comunicadores Rio Grande do Sul












Rede de Comunicadores pela Educação
Oficina: Porto Alegre - Data: 21 de maio
Lista de presença
Participantes Emissora / Entidade Município de origem
Andiara da Trindade Paz Assoc Tessituras Educacionais do Brasil Porto Alegre
Antonio Sergio de Freitas Ferreira Assoc Tessituras Educacionais do Brasil Porto Alegre
Arlindo Alfredo Link Assoc Comunitária da Vila Sta Rita de Cássia Pelotas
Claire Patrícia Zanella Sociedade Rádio Ametista Ltda Planalto
Cristiano Carvalho Lopes Rádio Nativa AM Zona Sul Rio Grande
Cyro Visalli Rádio Princesa do Jacuí Ltda Candelária
Douglas Dorneles da Rosa Rádio Unijuí FM Ijuí
Edson Leandro Hunoff Tavares Acacia Alvorada
Jóice Mara Viegas Rádio Mulher Porto Alegre
Leslie Sedrez Chaves Rádio Unijuí FM Ijuí
Marcos Ednei Silva Jatahy Rádio Nativa AM Zona Sul Rio Grande
Maria Luiza Rodrigues Viana Cultura Hip Hop Eldorado do Sul
Marta Tejera EMATER RS - Setor de Rádio Porto Alegre
Moisés Castro Vargas Assoc de Radiodifusão do Bairro Cohab C Gravataí
Nelcia Maria Machado Pinto EMATER RS - Setor de Rádio Porto Alegre
Neusa Maria Coelho Borges Rádio Nativa AM Zona Sul Rio Grande
Rochelle Polmann Deboni Rádio Comunitária Belém Novo Porto Alegre
Rosmari de Castilhos Rádio Mulher Porto Alegre
Rui Gilberto Strelow Rádio Guaíba Porto Alegre
Sandra de Deus Rádio da Universidade Porto Alegre
Santo Horácio Joras da Rosa Assoc de Radiodifusão do Bairro Cohab C Gravataí
Valdomiro Lucas de Souza Landell FM Palmeira das Missões
Viviane Gueller Cidade Viva Porto Alegre


Depoimentos

O que você está levando para casa desta Oficina?

Leslie Chaves
Unijuí FM, Ijuí
Estou levando muitos pensamentos positivos. A gente viu que é possível fazer alguma coisa para melhorar, a gente não é tão impotente quanto pensa. Como vimos aqui, a gente pode levantar uma pessoa com um dedo, pedindo ajuda para outra e mais outra. Você tem sempre que pensar nisso. Foi pouco tempo, mas houve grande interação entre as pessoas. Foi maravilhoso, enriquecedor. Acho que podia ter mais um dia.

Viviane Geller
Cidade Viva, Porto Alegre
Eu levo mais que uma lição de vida, eu levo um grande sopro de vida. É quase um chamado e eu pretendo manter isso nos próximos dias, nos próximos meses. Espero que essa sintonia continue porque realmente foi uma experiência fantástica. Acho que a única deficiência foi a questão do tempo, deveria ter mais encontros para que a gente pudesse trabalhar isso melhor, porque as vezes as pessoas se desagregam, é difícil ter continuidade.

Cyro Visalli,
Rádio Princesa do Jacuí, Candelária
Eu tive a felicidade de aceitar o convite de participar dessa oficina. E como resultado disso eu levo um conhecimento profundo de várias situações colocadas para nós e que vai ser útil no meu trabalho, na minha atividade e na minha vida pessoal. Foi uma alegria imensa, foi um prazer. Faltaram recursos visuais. Na minha ótica, precisávamos ver algumas coisas e não só ouvir.

Rosmari de Castilhos
Rede de Mulheres no Rádio
Eu estou levando uma bagagem maior para trabalhar: a questão da educação. Acho que por ser apenas um dia, acaba sendo um pouco cansativa. Ela podia ser bem maior, uma oficina onde tu saísse até com a produção de um spot, uma campanha pronta.

Andiara da Trindade Paz
Tessituras Educacionais do Brasil, Porto Alegre
Eu levo muito entusiasmo e acho que foi uma oportunidade rara. É difícil escutar coisas como as que escutamos hoje, que “sacudam” a gente. Acho que foi um dia com muito conteúdo para pensar e refletir. Não vejo nenhuma deficiência. Talvez a falta de um compromisso de continuidade.

Rochelle Deboni
FM Belém Novo, Porto Alegre
Eu levei um tapão do lado do ouvido que abriu meus olhos pra muita coisa. É quando tu está um pouco parada e alguém te sacode e diz “Te liga que tu está meio fora do ar!” Gostei muito. Acho que passou muita coisa para nós aqui. Foi um pouquinho cansativa, acho que poderíamos ter um pouco mais de tempo para descansar e voltar. Mas estava muito bom. Vamos ver se a gente se reencontra.

Antônio Ferreira
Tessituras Educacionais do Brasil, Porto Alegre
Foi bem interessante. Conseguimos perceber, ver com outros olhos algumas questões que estão aí no nosso dia-a-dia. Foi útil não só para o nosso trabalho mas também para a vida da gente. Estou sempre trabalhando e costumo ver o pessoal meio desanimado em volta. A oficina me deu mais gás para continuar nessa batalha, tem que mudar muita coisa, vamos à luta. Acho que um pouco mais de tempo seria legal. Pra mim foi muita coisa, não muito no sentido negativo, mas muito no sentido positivo. E agora sim vou ficar pensando.

Douglas Rosa
Rádio Unijuí FM, Ijuí
Para mim, que ainda sou um profissional iniciante em rádio e tenho uma longa caminhada, participar de uma experiência com essa é fascinante, porque dividir experiências com as pessoas que estiveram aqui hoje e com o mediador dos debates, uma pessoa que tem um conhecimento tão rico e tão vasto de diversas áreas, foi muito interessante. Foi passada uma mensagem otimista que a gente não tem há muito tempo. Então para mim foi fascinante.
Eu acredito que ela poderia durar mais que um dia, a gente tinha fôlego para discutir muito mais. O pessoal se entrosou muito bem e as discussões iam longe. Faltou tempo. Espero que a gente se torne velhos amigos rapidamente.

Marcos Silva Jatahy
Radio Nativa, Rio Grande
Eu estou levando na bagagem um bom conhecimento sobre Educação, sobre a força que tem que ser usada para levantar esse País. Novos amigos, novos contatos. E a partir de agora se formou uma nova rede de comunicadores e de amigos, pessoas que nem se conheciam e agora parecem velhos amigos, por termos o mesmo ideal de querer mudar o Brasil. Nós todos queremos: nenhuma criança fora da escola; fim da robalheira que não deixa vir verbas para a educação; nossos jovens com mais perspectivas. A esperança é que a partir desse encontro, com pessoas de várias regiões, tenhamos um direcionamento melhor para que a educação volte a crescer como nunca. A principal deficiência foi a questão do tempo, se houvesse um tempo maior teríamos como discutir mais. Acredito que tudo isso foi um começo e com certeza haverá outras oportunidades.

Neuza Borges
Nativa, Rio Grande
Eu estou levando informações importantes que vão pesar muito na minha carreira de radialista. Vou saber me portar melhor, vou saber ouvir as pessoas. Eu acho que isso vai ser importante para o meu futuro. Eu tenho menos de seis meses de rádio e pude conversar com pessoas experientes, seguras. Me apaixonei de uma maneira incrível e esse foi um grande passo para minha carreira. Acho que deveria ter tido mais tempo, porque os assuntos começam a se expandir, se abriu um leque de opções, um leque de opiniões. Da para escrever livros sobre o que a gente falou. Assuntos polêmicos de extrema importância na sociedade.

Cristiano Lopes
Rádio Nativa, Rio Grande
Estou carregando uma bagagem muito grande desse evento e pretendo posteriormente pensar em produzir um programa direcionado à educação lá na rádio onde trabalho.