Se você é radialista e está interessado em contribuir com a Educação brasileira, fique ligado: o Ministério da Educação está unindo esforços para reativar e ampliar a Rede de Comunicadores pela Educação.

Veja como foram as oficinas:

Alagoas

Bahia

Ceará

Maranhão

Minas Gerais

Paraíba

Paraná

Pernambuco

Piauí

Rio de Janeiro

Rio Grande do Norte

Rio Grande do Sul

Santa Catarina

São Paulo

Sergipe

Programação Simplificada



Textos especiais:

As novidades da LDB

Em torno de algumas questões educacionais

Eixos transversais


Visite o site oficial da Rede de Comunicadores pela Educação


07/05/2004

voltar

Rede de Comunicadores Rio Grande do Norte










Rede de Comunicadores pela Educação
Oficina: Natal - Data: 07 de maio
Lista de presença
Participantes Emissora / Entidade Município de origem
Ajosileide Candido Alves de Araújo Rádio Nordeste Evangélica Natal
Albery Lúcio da Silva UFRN Natal
Ângela Maria dos Santos Galdino Assoc Rádio Comunitária SantAna FM Natal
Dionísio Inácio Junior Rádio FM Central Cultural Pedro Avelino
Djean Alves de Medeiros Rádio Comunitária Manairama FM Ouro Branco
Eliana Maria Tavares de Lima   Natal
Estelo Severino da Silva Rádio Cultura do Brejo Brejinho
Eugenio Parcelle da Silva Companhia TerrAmar - Rede ANDI Natal
Evaldo Nogueira da Silva Rádio Ouro Branco Ltda Currais Novos
Francinalda Faustino da Silva Rádio Comunitária Com. E Cultura Currais Novos
Francisco Erivan de Morais FM Luta 100,7 Apodi
Geyzzon Cassimiro de Oliveira Fundação Mario Negolio Parnamirim
Gil Aciolly Dantas Jacinto UFRN Natal
Gilson Alves da Silva Rádio Comunitária FM Tangará Tangará
Graciema Maria da Costa Carneiro Companhia TerrAmar - Rede ANDI Natal
João Maria Rodrigues FM Comunitária  
José Custódio Filho Assoc Rádio Comunitária SantAna FM Natal
José do Nascimento Junior Rádio Comunitária Padre Ibiapina Florânia
José Gilvan Henrique   Currais Novos
José Tavares Neto FM Educativa Natal
Luiz Bento da Silva Rádio Comunitária Vitória FM Marcelino Vieira
Maria da Conceição Ribeiro dos Santos Rádio Macaíba FM Macaíba
Mylene de Mendonça e Medeiros Rádio Comunitária Ouro Negro Alto do Rodrigues
Rudson Pinheiro Soares Intervozes Natal
Sandra Maria Cerqueira Cândido Estudante de radialismo na UFRN Alecrim
Severino dos Ramos Brito Filho Rádio Comunitária Padre Ibiapina Florânia
Severino dos Ramos da Silva Rádio Currais Novos AM Currais Novos


Depoimentos

O que você está levando para casa desta Oficina?

Dionísio Júnior
Rádio FM Central Cultural, Pedro Avelino
A gente aprendeu muita coisa aqui hoje, muita coisa mesmo. Aprendemos como denunciar e como educar melhor os nossos ouvintes para procurar os seus direitos dentro da lei. Não ficou faltando nada, só acho que a oficina deveria ter mais tempo, uns três dias. No mais, tudo bem, adorei participar, muito obrigado. Quero ser convidado para as próximas.

José Tavares Neto
FM Educativa, Natal
Apenas uma sugestão: gostaria que tivesse sido tratada aqui uma questão que é crucial para a Educação no Brasil, especialmente para nós, potiguares, que é a questão da Educação ambiental.

Eliana Tavares
Natal
Achei muito interessante a oficina, porque fez a gente pensar no potencial do rádio. Muitas vezes a gente não utiliza esse instrumento como poderia.

Sandra Cerqueira
UFRN, Natal
O que aprendemos aqui hoje foi muito interessante, porque vimos um histórico da Educação no País e como o instrumento rádio pode ser um veículo de mobilização e transformação da nossa sociedade, cada rádio tem muito como contribuir. Minha sugestão é que esse treinamento possa ter uma continuidade, que esse seja apenas o primeiro de próximos encontros para que a gente possa retomar aquilo que já aprendemos, avaliando o que deu certo o que não deu.

Dejean Alves de Medeiros
Rádio Comunitária Manairama, Ouro Branco
Achei muito proveitosa essa oficina. Além dos assuntos tratados em Educação, a partir daqui tivemos novas idéias pra bolar outros programas. Achei que faltou tempo. Tinha que ser pelo menos dois dias, mas mesmo assim foi muito proveitosa.

Gilvan Henrique
Currais Novos
Aqui na oficina eu aprendi como é importante a participação do radialista nas questões de Educação. Está de parabéns o Ministério da Educação em envolver o radialista nesse debate. É o radialista que leva a comunicação, que fala com a dona de casa de manhã cedo, que acorda o trabalhador.

Rudson Soares
Intervozes Coletivo Brasil de Comunicação Social
Ficou reforçado em minha mente que a comunicação, no caso aqui o rádio, cumpre um papel estratégico na educação, que é um setor estratégico se quisermos construir um novo Brasil realmente livre e soberano. Uma questão que poderia ser mais discutida, embora tenha sido também falha dos participantes, porque eles puderam pautar o debate também, é a questão da educação superior, educação tecnológica e política salarial dos docentes e dos funcionários da educação.

Albery Silva,
UFRN, Natal
Um dos pontos positivos foi a troca de experiências com pessoas de todo o Estado e também da capital. Experiências que vão servir para uma melhor Educação e um melhor fortalecimento da cidadania. Eu acho ainda pouco o incentivo do Ministério da Educação e das Secretarias em relação à utilização dos meios de comunicação na construção da cidadania. Eu acho que deve ser mais investido.

Graciema Carneiro
Companhia TerrAmar, Rede ANDI, Natal
Fico muito feliz de ver que outras pessoas estão trabalhando com a mesma causa. Somando em cada Estado, a gente forma uma corrente positiva de comunicadores pela Educação. O que eu tenho de sugestão é que isso fique mais intensificado, mais periódico.

Mylene Medeiros
Rádio Comunitária Ouro Negro, Alto do Rodrigues
Eu saio com a sensação de que a gente está buscando fazer o certo: informar e educar a população. Nas rádios comunitárias, os trabalhos não são remunerados, e no Interior o trabalho é voluntário e as pessoas têm boa vontade, portanto os radialistas precisam mesmo deste tipo de treinamento. Não é só criticar, tem que educar.

Francisco Erivan Moraes
FM Luta 100,7, Apodi
Aprendi aqui muitas coisas boas. As rádios comunitárias, em geral, têm o desejo de contribuir com a sociedade, tanto que vieram do Interior para a capital somente para participar da Oficina. Faltou aqui só um tempinho. Ficamos com muitos valores, só faltou o tempo. Obrigado.

Evaldo Nogueira
Rádio Ouro Branco, Currais Novos
O encontro que participei resulta de um aperfeiçoamento claro de experiências de mais colegas, o que vem rechear ainda mais o nosso trabalho de comunicador. Saio satisfeito, mas gostaria que outros como esse fossem realizados mais vezes e num espaço curto pra gente ver os resultados: eu vejo o trabalho do meu colega e ele vê o meu.

Francinalda Silva
Rádio Comunitária Com. E Cultura, Currais Novos
Esse seminário nos mostrou a grande importância de levar através do microfone, das ondas do rádio, a importância da educação. Não só para mim, que estou lá na rádio, mas para as pessoas que estão em casa, para que elas vejam o rádio não somente como um meio de lazer, mas também como um meio que lhes passe um pensamento lógico e bem positivo em relação aos acontecimentos existentes no nosso município.

Eugenio Silva
Companhia TerrAmar, Rede ANDI, Natal
Acho que o mais importante desse encontro foi mostrar que educação é um todo, não é apenas uma parte, e nós fazemos parte desse todo. Educação não é só o professor que está na sala de aula. O que nós fazemos na rádio, no jornal e na televisão também é educação. Esse é o compromisso que nós devemos ter para com a sociedade e devemos pensar nele na hora de fazer nossas matérias. Fica a necessidade de mais encontros como esse, inclusive juntando jornalistas com educadores de sala de aula. É a partir desses encontros que surgem idéias boas, idéias inovadoras, que a gente busca solução para os problemas que existem na Educação.

Estelo Silva
Rádio Cultura do Brejo, Brejinho
Acho que o encontro foi positivo para todos nós, as informações de qualidade e em boa quantidade. Também espero que oficinas como essa possam ser repetidas a médio prazo para que a gente possa aprender cada vez mais e repassar as informações para a nossa comunidade.

Geyzzon Oliveira
Rádio Rural AM, Natal e Rádio Comunitária de Parnamirim
Acredito que o encontro foi muito proveitoso. O mais importante é que cada um exerça um pouquinho do que aprendeu e passe adiante o trabalho, que não pare por aqui.

José Custódio Filho
SantAna FM, Natal
O que levo de positivo desse encontro é que nós somos capazes de ir além. Conhecemos um pouco mais da educação, coisa que a gente não sabia. Ganhamos segurança para falar sobre educação no rádio.

Ângela Gaudino
Rádio Comunitária Santana, Natal
O que eu levo de positivo é essa ligação entre o rádio e a educação. O rádio como o grande formador de opiniões, levando mais consciência sobre cidadania. Faltou um pouco mais de tempo para ser trabalhado o conteúdo e deixou aquele gostinho de quero mais.

Gilson Silva
Rádio Comunitária FM Tangará, Tangará
Eu acho que essa oficina ficou um aprendizado no sentido da montagem da grade de programação para se trabalhar as pautas, com temas relacionados à Educação no rádio. Eu acho que deveria ter sido abordado, quando surgirem outros encontros, a abordagem de temas relacionados à cidadania, ao exercício da cidadania, principalmente no rádio comunitário.

Ajosileide Alves de Araújo
Rádio Comunitária Nordeste, de Natal
A oficina mostrou a responsabilidade que nós, comunicadores, temos de inserir durante a nossa programação temas como educação e saúde. Nós somos o agente que desperta na sociedade seu papel de cidadania. O que faltou foi tempo. Seria interessante ter outras mídias para interagirmos. Ah, o número de participantes poderia ser maior, para haver ainda mais troca. Mas em geral estava tudo muito bom.