Se você é radialista e está interessado em contribuir com a Educação brasileira, fique ligado: o Ministério da Educação está unindo esforços para reativar e ampliar a Rede de Comunicadores pela Educação.

Veja como foram as oficinas:

Alagoas

Bahia

Ceará

Maranhão

Minas Gerais

Paraíba

Paraná

Pernambuco

Piauí

Rio de Janeiro

Rio Grande do Norte

Rio Grande do Sul

Santa Catarina

São Paulo

Sergipe

Programação Simplificada



Textos especiais:

As novidades da LDB

Em torno de algumas questões educacionais

Eixos transversais


Visite o site oficial da Rede de Comunicadores pela Educação


19/05/2004

voltar

Rede de Comunicadores Pernambuco


Rede de Comunicadores pela Educação
Oficina: Recife - Data: 19 de maio
Lista de presença
Participantes Emissora / Entidade Município de origem

Abner Caetano da Silva

Rádio Comunitária Chão de Estrelas

Recife

Alysson Tiago Marques Brandão

Sertania FM Ltda

Sertania

Antonio Barbosa da Silva

Shalom FM

Recife

Cícera Cymara Silva Lima

Mandacaru FM

Exú

Edilson Vieira da Silva

Rádio Divulgadora Liberdade

Itambé

Eliane Maria Nascimento da Silva

Rádio Quilombo dos Palmares

Palmares

Eliane Rodrigues Andrade Ferreira

Rádio Alterativa FM

Nazaré da Mata

Fernanda Cruz de Oliveira

Articulação do Semi-àrido Brasileiro

Recife

Franci Rodrigues da Silva

Rádio Shalon 98,3 FM

Recife

Hainer Bezerra de Farias

Rádio Calhetas FM

Cabo de Santo Agostinho

Jair Cirilo da Silva

Rádio Furacão

Recife

José Augusto da Silva

Assoc Comunitária RiachoFM

Riacho das Almas

José Bartolomeu Barata de Morais

Rádio Alterativa FM

Nazaré da Mata

José Ricardo Bezerra de Melo

Centro das Mulheres do Cabo

Cabo de Santo Agostinho

Luiz Gonzaga de Almeida e Silva

Recife

Maria da Conceição Barbosa de Aguiar

Rádio Cultural de Muribeca

Jaboatão dos Guararapes

Olimpio Tadeu de Lacerda Junior

Mandacaru FM

Exú

Raquel Maria dos Santos Pereira

Rádio Comunitária de Olinda

Olinda

Rinaldo Batinga da Silva

Rádio Mirante de Olinda

Olinda



Depoimentos

O que você está levando para casa desta oficina?

Edilson Vieira da Silva
Rádio Divulgadora Liberdade, Itambé

Parabenizo a todos aqui presentes e também a OBORÉ por trazer essa oficina que muito me instruiu e me capacitou. O que aprendi nessas horas de oficina acredito que superou os 14 anos que eu tenho. Foi muita coisa fundamental para a educação, para criança e para o adolescente e uma coisa que nós devemos trabalhar agora é a questão do idoso. Eu parabenizo a todos que deram condição para essa oficina ser realizada em Recife. Espero que volte mais vezes e não esqueçam de nos comunicar lá na cidade de Itambé. Eu parabenizo a Cristina e todos da equipe da Oboré.

José Augusto da Silva
Rádio Riacho FM, Riacho das Almas

Foi por demais interessante participar dessa rede de comunicação. Muito aprendi e o que aprendi vou tentar passar para os companheiros que lá se encontram e não tiveram a oportunidade de participar, já que o número era limitado, apenas trinta vagas. Mas estou saindo daqui satisfeito e espero que os companheiros presentes possam fortalecer a Rede de Comunicadores pela Educação através das rádios comunitárias.

Franci Rodrigues da Silva
Rádio Shalon FM, Recife

O que eu levo de bagagem dessa oficina de hoje é um pouco mais de experiência e como a educação escolar pode ser transmitida através das rádios comunitárias com mais intensidade, mais amor, mais afinco. Vou para casa sabendo que temos que bater mais nessa tecla da educação escolar.

Antônio Barbosa da Silva
Rádio Ação FM 98,3, Recife

Foi muito bom ter participado dessa palestra hoje, nessas oito horas de
bate-papo muito informativo pela Rede de Comunicadores pela Educação. Nós voltamos a programar as dicas para educação também na nova rádio, a Shalon, já que fazemos isso em outras emissoras. Um grande abraço a todos da OBORÉ que organizaram esse evento.

José Ricardo Bezerra de Melo
Centro das Mulheres do Cabo, Cabo de Santo Agostinho

Para nós que trabalhamos com jovens a Rede de Comunicadores pela Educação é uma iniciativa estimulante, instigante. O dia foi de debates quentes e provocantes que trouxeram para nós, comunicadores, mais informações sobre nossa responsabilidade na rádio comunitária a partir dos temas que foram aqui debatidos.

Maria da Conceição Barbosa de Aguiar
Rádio Cultural de Muribeca, Jaboatão dos Guararapes

Saio desse dia de hoje muito entusiasmado com tudo que a gente ouviu aqui. Indignada também e com muita vontade e muita garra para chegar e divulgar isso, principalmente agora nos momentos de reabertura da nossa rádio e isso vai ser realmente um caminho, um norte que vamos seguir, divulgando essas informações para que a nossa comunidade realmente participe e se oriente. Eu tenho realmente que parabenizar a professora Gracia e o professor Donizete por terem passado tudo isso para a gente.

Jair Cirilo da Silva
Rádio Furacão, Recife

Achei muito importante, apesar do pouco tempo que fiquei com vocês, porque acredito que todos que estão aqui assumiram o compromisso de passar para a frente as informações, até, como disse a companheira, com um pouco de indignação. Todos seremos agentes multiplicadores e fiscalizadores. Acredito que a partir do momento que seja provado que a rádio comunitária tem audiência, que o povo realmente escuta e que passa a divulgar essas informações que foram trazidas aqui para os radialistas, com certeza alguma coisa vai mudar, muita coisa vai mudar.

Eliane Maria Nascimento da Silva
Rádio Quilombo dos Palmares, Palmares

Acho que a discussão foi muito produtiva e levo a vontade de passar todo esse conhecimento para a população que realmente não tem informações de onde há crianças que não têm alimentação. Que a gente possa chegar até a população e consiga reivindicar, lutar mesmo, chegar até o presidente e conseguir buscar mais cidadania. Eu acho que agora a gente está com um pouco mais de poder na mão, é só abrir a boca e falar.

Abner Caetano da Silva
Rádio Comunitária Chão de Estrelas, Recife

Foi muito importante, porque algumas pessoas não sabiam do direito que têm nossos filhos na escola. Como eu sou pai e também tio, tenho sobrinho, tenho filho na escola e tanto eles como meus parentes, meus amigos têm que saber, têm que buscar essa realidade a fundo. Para mim foi muito educativo e agradeço primeiramente a Deus e todo o pessoal que participou dessa oficina.

Hainer Bezerra de Farias
Rádio Calhetas FM, Cabo de Santo Agostinho

A gente já fez programas sobre merenda escolar e a gente ficou agoniado com a falta de informação. Tive trabalho, procurei em vários locais, busquei na Internet informações sobre merenda escolar e a única coisa que eu achei foi no site da prefeitura de São Paulo dizendo quanto distribuiu de merenda escolar, mas nada sobre o que diz a lei.
Agora, estou pensando no programa da semana que vem para falar sobre isso de novo, já com as informações que pude ter nessa oficina.

Cícera Cymara Silva Lima
Rádio Mandacaru FM, Exú

O meu dia foi muito produtivo. A importância que nós, comunicadores, temos é muito grande e aprendi nesse dia, a nossa importância também como educadores. Eu queria parar, mas hoje foi um momento de rara emoção, me sinto mais responsável do que nunca e mais apta do que nunca a propagar as idéias que foram passadas aqui para nós. É hora de semear e colher os bons frutos, a hora é agora.

Luís Gonzaga de Almeida e Silva
Recife

Essa capacitação me deixou mais preparado a lutar pela educação e para dizer a muito secretário de Educação e muito diretor de escola que se cuide, porque agora eu vou mobilizar a população para lutar cada vez mais por seus direitos e dizer o quanto ela é forte. Agradeço a OBORÉ e quero cada vez mais oficinas de capacitação como essa aqui na nossa Capital.

Alysson Tiago Marques Brandão
Rádio Sertania FM, Sertania

Foi muito produtiva a nossa participação nessa oficina. Nós unimos aqui nosso trabalho de comunicadores para podermos estar juntos, com a sociedade, os pais, com os alunos e fiscalizar realmente aquilo que temos direito. Acho que cada um de nós tem agora essa grande responsabilidade na programação, na rádio. Quero parabenizar mais uma vez a OBORÉ, o MEC por essa grande oportunidade e que outras oficinas possam vir para todos nós que fazemos parte da rádio.

Olimpio Tadeu de Lacerda Júnior
Rádio Mandacaru FM, Exú

Quero aproveitar e dizer que a Rádio Mandacaru já participa de outros projetos da OBORÉ, como a Rede de Comunicadores pela Saúde e agora vai fazer também parte da Rede de Comunicadores pela Educação. Aproveito para deixar meu protesto e cobrar do Ministério das Comunicações as concessões para as rádios comunitárias, principalmente as nossas que não estão nas mãos de políticos que usam essas emissoras apenas como arpão para suas campanhas. Obrigado.

Fernanda Cruz de Oliveira
Articulação do Semi-árido Brasileiro, Recife

Eu acho que o principal que vou levar daqui hoje, como a maioria das pessoas, é o peso da responsabilidade não só como comunicadora, mas também como cidadã. Eu vivo, é o meu dinheiro, são as pessoas que me cercam que estão passando por aquilo ali e eu tenho o poder de mudar essa situação.

Raquel Maria Santos Pereira
Rádio Comunitária de Olinda

Fico muito feliz por ter participado dessa oficina. Eu aprendi muita coisa aqui, muita coisa importante que eu não sabia e vou tentar passar para outras pessoas que não sabem dessa informação. Estou ansiosa para passar essas informações para todas as pessoas que não sabem, e muito feliz e muito grata.

Rinaldo Bartinga da Silva
Rádio Mirante de Olinda

Estou levando dessa oficina muita coisa boa. Uma delas é passar para nossa comunidade o que eles não sabem sobre o dinheiro desviado da Educação. A gente não sabia que crianças não recebiam os livros e agora eu sei o porquê disso acontecer. Quero agradecer ao professor Donizete e à professora Gracia que deram muita força aqui e ao MEC.

Recife, 19 de maio de 2004
Secretaria de Estado da Educação de Pernambuco